Motores a gasolina da Volkswagen terão filtro de partículas

Tudo indica que o habitual filtro de partículas deixará de ser um sistema exclusivo das motorizações a gasóleo.

Depois da Mercedes-Benz, primeira marca a anunciar a introdução do filtro de partículas nas motorizações a gasolina, foi a vez da Volkswagen revelar a intenção de adotar este sistema. Sucintamente, o filtro de partículas incinera as partículas nocivas resultantes da combustão, recorrendo a um filtro fabricado em material cerâmico inserido no circuito de escape. O introdução deste sistema nos motores a gasolina da marca será gradual.

Se no caso da Mercedes-Benz, o primeiro motor a estrear esta solução é o 220 d (OM 654) do recém-lançadoMercedes-Benz Classe E, no caso da Volkswagen, o filtro de partículas será inserido no bloco 1.4 TSI do novoVolkswagen Tiguan e no motor 2.0 TFSI presente no novo Audi A5.

Com esta alteração, a marca de Wolfsburgo espera reduzir a emissão de partículas finas nos motores a gasolina em 90%, de forma a cumprir as normas Euro 6c, que entrarão em vigor em setembro do próximo ano.

 

Fonte: Razão Automóvel

Deixar uma resposta